Apê do artista

Objeto: reforma de apartamento completo
Area: 140m²
Local: Brasília-DF
Projeto: lelalo (reuniões virtuais)
Obra: lelalo
Status: pronto

 

O apartamento estava nas mesmas condições há mais de 20 anos. Precisava de uma reforma completa: mudou-se a forma de viver a vida e o imóvel restou parado no tempo. O artista voltou da Espanha após um mestrado em cinema com outros hábitos, querendo que a sua moradia fosse mais prática, objetiva e inspiradora. Queria um apartamento com cara de estúdio, para que também pudesse produzir.

Para alguém que é cineasta, ator, fotógrafo e pintor, de imediato pensa-se em ambientes mutáveis de alguma forma, ambientes passíveis de intervenção. Sendo assim, foi pensado em tratar a casa como uma galeria de arte. A iluminação em trilhos lembra o teatro e torna a mudança de cenário muito fácil. Outro elemento importante no projeto era dar amplitude ao apartamento: como imóveis da sua época, os ambientes possuiam limites muito definidos e a varanda que contornava todo o apartamento não era muito visitada por se configurar como um comprido corredor com pouco acesso direto aos ambientes mais comumente habitado.

A cozinha deveria ficar mais integrada, já que a ideia era deixar toda a casa o mais integrada possível. Uma forma de integrar é tratar a cozinha como uma sala, como um espaço social. Deu-se, então, uma cara de bistrô ao local: poucos equipamentos à mostra (alguns escondidos na marcenaria e o cooktop camuflado na bancada, que é da mesma cor), parede preta preparada para receber uma arte com giz e prateleiras para acomodar não apenas objetos funionais em uma coisa, mas também arte e objetos de coleção. A área de serviço é outra área totalmente escondida na marcenaria.

O quarto dele é o local de descanso e reflexão, mas possui um portão de ferro que, nos dias de festa com amigos, fica aberto para que eles também possam curtir a rede e a varanda. Para fazer integração desses dois ambientes, quarto e varanda, seria necessário vencer a barreira do grande pilar. No entanto, ele não foi nenhuma barreira. Foi facilmente incorporado ao grande painel de madeira que funciona como elemento escultural e como cabeceira.

Além do seu quarto, sala e cozinha, precisava de um quarto que seria um studio e quarto de visitas e uma suíte para a sua filha adolescente. Estes quartos também foram ampliados na reforma por terem absorvido a varanda e a dependência de empregada.

O banheiro de serviço passou a funcionar como lavabo, mas o chuveiro mantido para ocasionais hóspedes. Para facilitar o acesso destes ao ambiente, foi criada uma porta camuflada na marcenaria da cozinha.

 

 

O quarto é o local de descanso e reflexão.